Trajetória – De biomédica à aurora, senhora!

Desde criança interessava-me por entender o mundo. Cresci em sítio, passava os dias investigando as coisas. Queria saber como era um cupinzeiro. Olhava com curiosidade as vísceras dos animais abatidos. Questionava porque uma coisa era feita desta oudaquela maneira. O questionamento era um comportamento diário.

Ler o artigo no mulheresnaciencia.com.br >

Home Blog
Categoria:

Escrito por Daniela Foltran

Sou mãe de 3 meninas e 1 coelho. Cresci no sítio e vim sozinha para a selva de pedra. Defendo a amamentação e o fortalecimento dos vínculos. Acredito no desenvolvimento pleno da criança, no valor das oportunidades de experimentar cores, texturas, aromas e sabores. Luto pelo comer e brincar livremente sem sobrecarregar quem cuida, sem aumentar o trabalho e os cestos de roupas sujas. Minha missão? Espalhar autonomia e ajudar com o trato da a bagunça que todo esse aprendizado causa.
Carrinho de compras